Como proteger seus filhos do novo coronavírus na escola

Volta às aulas, brincadeiras perigosas e também, Coronavírus? Sim, o Brasil já está no mapa do Coronavírus com dois casos confirmados em São Paulo nos últimos dias. Passado o Carnaval, o ano começa de forma intensa com todos retornando de fato para suas atividades, inclusive, as crianças. A preocupação com o vírus presente no território […]

Volta às aulas, brincadeiras perigosas e também, Coronavírus?

Sim, o Brasil já está no mapa do Coronavírus com dois casos confirmados em São Paulo nos últimos dias. Passado o Carnaval, o ano começa de forma intensa com todos retornando de fato para suas atividades, inclusive, as crianças.

A preocupação com o vírus presente no território nacional faz com que haja medo de uma possível contaminação em um ambiente com diversas pessoas de inúmeros lugares, a escola é um deles.

Apesar do medo, vale lembrar que apenas dois casos foram registrados e isto significa que não há motivo para pânico. Mesmo assim, a Secretaria de Educação já orientou a todas as instituições que reforçassem seus métodos de higiene nos ambientes escolares.

Atos como a utilização do álcool em gel, lavar bem as mãos, evitar contato muito próximo com pessoas e etc, são recomendados. Não há motivo para suspensão de aulas, a menos que um comunicado seja emitido pela instituição.

Com estes cuidados, a volta às aulas está liberada!

 

https://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/como-proteger-seus-filhos-do-novo-coronavirus-na-escola-24278797.html

Compartilhar:
FacebookTwitterWhatsAppEmail
Postado por Origgami

Pediatria do Desenvolvimento

A Pediatria do Desenvolvimento ou Pediatria do Neurodesenvolvimento é um ramo da pediatria que se dedica à avaliação e vigilância do desenvolvimento das crianças no sentido de prevenir ou diagnosticar as suas perturbações, de investigar as suas causas e de estabelecer planos de intervenção.

Efeitos das telas no cérebro de crianças, adolescentes e adultos

  Estudo muito interessante, cuja prévia dos resultados foi divulgada pelo National Institute of Health dos Eua ontem. Foi um estudo multicentrico conduzido ao longo de dez anos, com 11. 000 pessoas, em 21 cidades, ao custo de 300 milhões de dólares, para demonstrar os efeitos da tela (celular, ipad, computador e tv) no cérebro […]

Fabiane Durão