Medicina Esportiva

A Medicina Esportiva é a especialidade médica que estuda como o exercício físico influencia na saúde das pessoas, sejam elas esportistas ou não, bem como a falta de exercício. Outro aspecto estudado é a lesão que pode ser provocada durante a realização de diversos tipos de atividades físicas. O objetivo é ter respaldo para encontrar as possíveis curas e tratamento de lesões causadas por exercícios.

A Medicina Esportiva é a especialidade médica que estuda como o exercício físico influencia na saúde das pessoas, sejam elas esportistas ou não, bem como a falta de exercício. Outro aspecto estudado é a lesão que pode ser provocada durante a realização de diversos tipos de atividades físicas. O objetivo é ter respaldo para encontrar as possíveis curas e tratamento de lesões causadas por exercícios.

Antes de iniciar qualquer tipo de atividade física, é preciso ser examinado por um médico, de preferência um médico do exercício e do esporte, que avaliará se a pessoa está em boas condições para praticar determinados tipos de esportes.

Dentro da Pediatria, a Medicina do Esporte pode descobrir talentos de acordo com as características de cada indivíduo e/ou orientar qual atividade será mais interessante para a criança ou adolescente.

(daí poderia colocar no final: “deseja orientações sobre qual atividade física ou esporte é melhor para seu filho? Marque uma consulta!”)

 

Fonte:  https://www.infoescola.com/medicina/medicina-esportiva/amp/

Compartilhar:
FacebookTwitterWhatsAppEmail
Postado por Fabiane Durão

Perguntas e Respostas sobre o Autismo

Nesta terça-feira (2 de abril), é comemorado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Para dar visibilidade às diferentes necessidades dos pacientes que convivem com a condição e ampliar o debate sobre o assunto, o SBP Notícias conversou com a presidente do Departamento Científico de Desenvolvimento e Comportamento da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), dra. Liubiana Arantes de Araújo.

Educação de crianças com TDA, TDAH, TOC e autismo: especialista dá dicas…

A psicoterapeuta americana Anne Maxwell trabalha há 25 anos com crianças, famílias e adultos com transtorno de déficit de atenção (TDA), transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e transtorno do espectro autista (TEA). Assistente social clínica licenciada e supervisora de terapias lúdicas, Anne incorporou ao seu trabalho, há dez […]