Guia Completo da Vacinação Infantil. Parte 1: PNI (Programa Nacional de Imunização)

Eu sei que são várias vacinas e muitas delas logo nos primeiros meses de vida do bebê, ou seja, algumas famílias podem acabar se perdendo. Pensando nisso, resolvi trazer um guia completo com todas as vacinas que os nossos pequenos devem tomar até os 15 meses. P.S: Este calendário faz parte do PNI (Programa Nacional […]

Eu sei que são várias vacinas e muitas delas logo nos primeiros meses de vida do bebê, ou seja, algumas famílias podem acabar se perdendo.

Pensando nisso, resolvi trazer um guia completo com todas as vacinas que os nossos pequenos devem tomar até os 15 meses.

P.S: Este calendário faz parte do PNI (Programa Nacional de Imunização). Ou seja, todas estas vacinas estão disponíveis pelo SUS.

P.S.2: Na parte 2, trarei outras vacinas que são ofertadas por empresas particulares.

Bom, então agora vamos lá:

– BCG:

Protege contra as formas graves da tuberculose e deve ser tomada por todas as crianças ao nascer e em dose única.

– Pentavalente:

Protege contra a difteria, o tétano, a coqueluche e um tipo de meningite. Deve ser tomada em 3 doses, sendo uma aos 2 meses, a outra aos 4 meses e por fim aos 6 meses.

– Poliomielite 1, 2, 3 (VOP/VIP):

Responsável pela prevenção contra a poliomielite ou paralisia infantil. A VOP deve ser tomada aos 15 meses e depois aos 4 anos. Já a VIP deve ser aplicada aos 2, 4 e 6 meses de vida.

– Rotavírus Humano G1P1 (VORH):

Protege a criança contra o rotavírus, e deve ser tomada em duas doses: uma com 2 meses e a outra com 4 meses.

– Tríplice Bacteriana:

Responsável pela prevenção contra a difteria, o tétano e a coqueluche. Um reforço deve ser tomado aos 15 meses e o outro aos 4 anos. Lembrando que a criança recebe a imunização através da vacina pentavalente.

– Pneumocócica 10 valente:

É responsável pela prevenção de doenças como meningite, pneumonia, otite média aguda e sinusite. A primeira dose deve ser aplicada aos 2 meses, a segunda aos 4 meses e o reforço aos 12 meses.

– Meningocócica C Conjugada:

Previne contra um tipo grave de meningite. Ela deve ser tomada em duas doses, sendo uma aos 3 meses e a outra aos 5 meses.

OBS: Essa vacina exige o reforço que deve ser tomado aos 12 meses de vida.

– Febre Amarela:

Deve ser tomada aos 9 meses, com reforço aos 4 anos.

– Tríplice Viral e Tetra Viral:

Previne contra o sarampo, a rubéola, a caxumba e a varicela. A primeira dose da tríplice viral deve ser aplicada aos 12 meses de vida e o seu reforço aos 15 meses, junto a tetra viral.

– Hepatite A:

Deve ser tomada em uma única dose aos 15 meses.

– Hepatite B:

Deve ser aplicada em 3 doses. Ela fica sozinha na primeira dose e as seguintes fazem parte da Pentavalente.

Dra. Fabiane Durão
Pediatra especialista em desenvolvimento infantil, amamentação e homeopatia.

Compartilhar:
FacebookTwitterWhatsAppEmail
Postado por Origgami

8 sinais de superdotação em crianças

Os superdotados apresentam características diferentes entre si, por isso não é tão simples definir padrões. Mas a Associação Paulista para Altas Habilidades/Superdotação (APAHSD) listou algumas características, digamos, mais recorrentes. São elas: – Vocabulário Avançado; – Aprende fácil e rapidamente; – Perfeccionistas, críticos e contestadores; – Isolamento social e seletividade nas amizades; – Pensa de forma […]

Alerta da SBP sobre cuidados após contato com óleo cru

O alerta feito pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) sobre os cuidados no contato com óleo cru, destinado aos voluntários e profissionais que se mobilizaram para limpar as praias do litoral brasileiro foi destaque de grandes veículos do país. O texto ressalta a importância de o governo garantir a assistência médica a todos os indivíduos […]